arrow_backarrow_forwardarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upbag-iconcalendarclockclosecogcoupon3FA37AC4-B042-4E97-8D38-B423484C5304mail-envelope-closedexternal-linkeye0FD0FF81-23FC-4DD4-8EB0-440DB49230D7facebookfeedback-likefeedback-simpleC8A9AC3D-2D6E-4A69-AC16-9B135FCBBA1BC8A9AC3D-2D6E-4A69-AC16-9B135FCBBA1Bgoogle_plusheart-iconE154FAFA-5BAB-47C9-B495-5E26A0684D4Eic-access-time-black-24-pxic-arrow-backic-arrow-nextic-instagram-black-24-pxic-map-black-24-pxic-phone-black-24-pxic-searchinstagramlistlocationmapmenu9F521724-7403-43D6-BAC1-5F75BCB2B889notification-activenotificationpinterestpowered_by_zomatosearchslider-arrowsmsstarstory-arrowsynctagtrash-removetwitteruser-iconuser-profilewishlistyoutubezoom-inzoom-out
LOTAÇÃO DO CENTRO COMERCIAL
EM ATUALIZAÇÃO Em atualização
ESPERAMOS POR SI Esperamos por si
PODEM EXISTIR RESTRIÇÕES Podem existir restrições
VISITE-NOS MAIS TARDE Visite-nos mais tarde
EM ATUALIZAÇÃO Em atualização
OCUPAÇÃO BAIXA Ocupação baixa
OCUPAÇÃO MÉDIA Ocupação média
OCUPAÇÃO ELEVADA Ocupação elevada
VER MAIS
Voltar

Andy Warhol – Icons

11/04/2013 a 11/07/2013

CLIQUE AQUI

A exposição levou aos visitantes do Centro Colombo um dos maiores nomes do movimento Pop Art a nível internacional. A exposição “Andy Warhol – Icons. Psaier and the Factory Artworks” integrou peças originais de Warhol (1928-1987), mentor do movimento Pop Art, num ambiente inspirado no interior da “Factory”, o estúdio do artista.

Esta exposição foi uma mostra de obras criadas durante o panorama artístico de Nova Iorque do final dos anos sessenta, dominada pela Pop Art de Andy Warhol e pelos artistas da “Factory”.  Aí desenvolviam a ideia de sublimar objetos quotidianos e utilitários, independente da sua forma ou função originais, transformando-os em ícones tangíveis do imaginário coletivo.

A exposição, que apresentou algumas das obras mais conhecidas de Warhol, como a famosa “Campbell’s Soup” e retratos de Marilyn Monroe ou Mick Jagger, revelou também a colaboração artística com o misterioso Pietro Psaier, figura sobre a qual pouco se sabe. Alguns críticos continuam a especular tratar-se de mais uma genial invenção de Warhol ou uma súbita e avassaladora paixão por algum jovem talento da “Factory”.

O inovador museu temporário foi construído com 1.500 latas metálicas e instalado na Praça Central do Centro Colombo. Concetualmente, teve como base o imaginário do artista plástico para recriar um ambiente simultaneamente pop e industrial, através de uma materialidade invulgar construída com latas metálicas.

Biografia

Andy Warhol, considerado como um dos maiores génios artísticos do seu século, nasceu em 1928, filho de imigrantes eslovacos.  Estudou no Carnegie Institute of Technology e mudou-se para Nova Iorque, em 1949, onde trabalhou como designer gráfico para algumas revistas como "Vogue" ou "Harper´s Bazaar”. É nesta altura que realizou o seu primeiro anúncio publicitário para a marca de sapatos I. Miller. O sucesso não se fez esperar, chegando logo após a primeira exposição de 1952 na Hugo Gallery, em Nova Iorque, com uma série de ilustrações para Truman Capote. A técnica da serigrafia usada para as famosas latas de sopa "Campbell", o símbolo de Dólar ou para o retrato de diversas estrelas de Hollywood, tornaram Warhol num artista reconhecido a nível mundial. No final de 1963, transferiu o seu estúdio para o 5º andar da 47th Street, em Nova Iorque, ao qual deu o nome de “The Factory”. Aqui, gravitaram alguns dos artistas mais famosos daquele tempo e um misto de personagens que se aglomeraram em torno dos holofotes dirigidos a Warhol. Morreu a 22 de fevereiro de 1987, após uma complicação pós-cirúrgica.

WORKSHOPS

No âmbito da exposição “Andy Warhol Icons. Pietro Psaier and the Factory Artworks” no Centro Colombo, foram concebidos dois workshops pedagógicos e infantis na área das artes plásticas e teatro: “Pintar como Warhol” e “15 Minutos de Fama – Da Pop e da Arte eu sou a melhor parte!”. Os workshops foram gratuitos, destinados a crianças entre os 6 e os 14 anos, e tiveram lugar todos os fins de semana, no decorrer da exposição.

O workshop “Pintar como Warhol” integrou vários módulos diferentes, entre os quais “Moldes e Stencil”, “Carimbar pela Pop Art”, “Transferidos e copiados, padrões inesperados” e “Recortar e colar, improviso dentro de planos”, dando às crianças e jovens a oportunidade de ter contato com as várias técnicas usadas por Andy Warhol.

Já o workshop de teatro, ensinava “Expressão Dramática”, “Iniciação ao Teatro” e “Técnicas de Trabalho de Andy Warhol”.

Conheça algumas imagens da Exposição

Número de Visitantes

Mais de 100.000 pessoas (em 3 meses de exposição)

Ficha Técnica

ORGANIZAÇÃO: Sonae Sierra / Centro Colombo

CURADORIA: Maurizio Vanni

EMBAIXADORA: Guta Moura Guedes

CONCEITO & PRODUÇÃO: State of the Art

PROJETO DE ARQUITETURA: LIKEarchitects

AGRADECIMENTOS: Andy Warhol Foundation, Atlântica Centro de Arte

Anterior
Próximo