arrow_backarrow_forwardarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upbag-iconcalendarclockclosecogcoupon3FA37AC4-B042-4E97-8D38-B423484C5304mail-envelope-closedexternal-linkeye0FD0FF81-23FC-4DD4-8EB0-440DB49230D7facebookfeedback-likefeedback-simpleC8A9AC3D-2D6E-4A69-AC16-9B135FCBBA1BC8A9AC3D-2D6E-4A69-AC16-9B135FCBBA1Bgoogle_plusheart-iconE154FAFA-5BAB-47C9-B495-5E26A0684D4Eic-access-time-black-24-pxic-arrow-backic-arrow-nextic-instagram-black-24-pxic-map-black-24-pxic-phone-black-24-pxic-searchinstagramlistlocationmapmenu9F521724-7403-43D6-BAC1-5F75BCB2B889notification-activenotificationpinterestpowered_by_zomatosearchslider-arrowsmsstarstory-arrowsynctagtrash-removetwitteruser-iconuser-profilewishlistyoutubezoom-inzoom-out
LOTAÇÃO DO CENTRO COMERCIAL
EM ATUALIZAÇÃO Em atualização
ESPERAMOS POR SI Esperamos por si
PODEM EXISTIR RESTRIÇÕES Podem existir restrições
VISITE-NOS MAIS TARDE Visite-nos mais tarde
EM ATUALIZAÇÃO Em atualização
OCUPAÇÃO BAIXA Ocupação baixa
OCUPAÇÃO MÉDIA Ocupação média
OCUPAÇÃO ELEVADA Ocupação elevada
VER MAIS
Voltar

Espacillimité

....... Memória Descritiva ....... CLIQUE AQUI

Espacillimité





Nas três telas denominadas Espacillimité as formas são depuradas e têm cores sólidas sobre fundos brancos. Nadir regressa a Paris, em 1954, depois de três anos no Brasil, e retoma contactos com os artistas ligados à arte cinética da Galeria Denise René. Nadir Afonso idealizou uma máquina cinética onde uma tela rodava em movimento contínuo em torno de dois cilindros. O espaço é ilimitado, mas finito é a contração das palavras “espaço” e “ilimitado”, originou “espacillimité”. “Pensamos que, no futuro, as artes plásticas deixarão de ser estáticas para serem dinâmicas pela conjugação, interferência do movimento”. (Nadir Afonso, 1963).



Anterior
Próximo