Vai às compras? Siga estas 12 dicas de sustentabilidade

Os hábitos sustentáveis começam em casa, mas pode não ser fácil mantê-los quando sai. Descubra 12 dicas de sustentabilidade para os dias em que vai às compras.

O futuro do planeta está na ordem do dia, e ainda bem. É preciso mudar hábitos e mentalidades, para que as próximas gerações possam ter um futuro. A boa notícia é que todos podemos contribuir com pequenos gestos individuais. Todos os habitantes do planeta têm o poder de reverter esta situação, e uma forma de fazer isso é mudar os nossos hábitos de consumo – em casa e fora dela. Fique com as nossas 12 dicas de sustentabilidade para a próxima ida às compras, e comece já a fazer a diferença.

 

1. Repense a sua forma de deslocação

Os hábitos sustentáveis começam mesmo antes de dirigir às superfícies comerciais. Avalie se precisa mesmo de se deslocar de carro ou se, por outro lado, o pode fazer a pé ou de bicicleta. Reserve o automóvel para compras em grande quantidade, para não ter de se deslocar tantas vezes.

 

2. Evite as embalagens

Prefira os alimentos que pode comprar a peso, sem embalagens de plástico. Para tal, pode utilizar sacos de papel ou levar as suas próprias embalagens. Além disso, é também uma forma de comprar a quantidade que realmente necessita, ao invés da quantidade contida na embalagem. Esta dica aplica-se a fruta e legumes, que devem ser comprados a granel, e também a peixe e carne, que devem ser pedidos ao balcão, em vez das embalagens de plástico que se encontram nos frigoríficos.

 

3. Tenha sempre consigo um saco reutilizável

Os sacos de plástico que são entregues nos supermercados contêm petróleo na sua composição, pelo que são de evitar. Assim, leve sempre consigo um saco reutilizável quando for às compras. Existem inúmeros modelos, como os de pano – resistentes, leves, laváveis, e alguns até podem ser personalizados. Para além disso, cabem na carteira ou no bolso. Um pequeno gesto que traz grandes consequências positivas para o planeta.

 

4. Opte por garrafões em vez de garrafas

A água canalizada, em Portugal, é de boa qualidade, pelo que a poderá consumir de forma segura. Contudo, se preferir água engarrafada, opte por garrafões em vez de garrafas pequenas-  e quanto maior, melhor. A quantidade de plástico envolvida na produção de um garrafão é menor do que a envolvida em várias garrafas pequenas. Por isso, esta dica representa uma redução significativa do consumo de plástico. Depois de utilizar o garrafão, coloque-o sempre no ecoponto amarelo.

 

5. Procure produtos com a opção de recarga

O excesso de embalagens também se pode combater comprando recargas em vez dos produtos originais. Isto aplica-se, por exemplo, a produtos de higiene como pulverizadores, embalagens de sabonetes líquidos ou até cremes hidratantes. A possibilidade de adquirir a recarga nas compras seguintes ainda não está disponível em todos os produtos, mas existem algumas opções no mercado. Desta forma, estará a evitar o excesso de embalagens.

 

6. Prefira produtos de marcas ambientalmente responsáveis

Os consumidores têm um papel fundamental na reorientação das práticas ambientais das empresas. Ao preferir marcas que respeitam o meio ambiente, não só estará a fazer compras mais conscientes e sustentáveis, como também ajuda outras marcas a adotar o mesmo caminho, sob pena de perderem posição no mercado. Assim, as suas decisões têm uma grande influencia na mudança do paradigma atual.

 

7. Verifique a data de validade dos alimentos

A quantidade de alimentos desperdiçados em Portugal e no mundo é preocupante. Assim, se comprar um alimento para consumir nos próximos dias, escolha o que tem a data de validade mais curta; caso contrário, não vai ser vendido e vai para o lixo. Dê também atenção às diferentes datas de validade:

  • “Consumir até”. O produto não deve ser consumido após a data referida.
  • “Consumir de preferência antes de”. O produto pode ser consumido alguns dias após a data referida, desde que tenham sido conservados de forma adequada.
  • “Produtos sem validade” O produto pode ser consumido em qualquer altura. São exemplo o sal, açúcar e o vinagre.

 

8. Rejeite o copo e prefira o cone

Se, pelo caminho até ao supermercado, passar por um quiosque de gelados do nosso Centro e sentir uma tentação irresistível de se refrescar, faça-o, mas evite os copos. Peça sempre o seu gelado no cone. Desta forma, evita o uso desnecessário do copo e terá uma vantagem adicional: o gelado sabe melhor se for servido em cone, mesmo se tiver de pagar um pouco mais pela bolacha saborosa e crocante.

 

9. Recuse palhinhas e outros utensílios de plástico

Se há hábitos dispensáveis, as palhinhas são um deles. Felizmente, a sua venda foi já proibida, juntamente com outros utensílios de plástico, como cotonetes, talheres, pratos. Para além de serem de difícil reciclagem, voam muito facilmente para o mar e são dos itens mais encontrados nas praias. Demoram um minuto a serem produzidos e 200 anos a decompor-se. Assim, se encontrar algum estabelecimento que os disponibilize, recuse-os.

 

10. Prescinda de faturas em papel

Quando finalizar as suas compras, prescinda das faturas em papel, mesmo se tiver o hábito de a solicitar com o seu número de contribuinte. A venda fica registada no Portal das Finanças, e não precisa do papel para comprovar isso. Aliás, todos os talões de compra, com o tempo, acabam por ir para o lixo. Não só vai diminuir o consumo de papel, como reduz o recurso a materiais de impressão, como tintas, colas e solventes, igualmente nocivos para o ambiente.

 

11. Recicle fora de casa

Em casa, a separação do lixo pode ser um gesto praticamente automático, mas quando estamos fora, pode requerer um esforço consciente. Se precisar de descartar algum objeto, resista à tentação de o colocar num recipiente para lixo indiferenciado. Guarde-o até encontrar um ecoponto seguro onde o depositar. Quando visitar o nosso Centro, vai encontrar facilmente recipientes para todo o tipo de resíduos e embalagens. O planeta agradece.

 

12. Experimente os trolleys do nosso Centro

Os trolleys que disponibilizamos no nosso Centro ajudam a reduzir o uso de plásticos para valores muito baixos. Para além de terem um grande espaço para colocar todas as suas compras, as suas rodas tornam-nos muito mais fáceis de transportar quando comparados aos sacos tradicionais, que teria de os carregar com esforço. Assim, na sua próxima visita, não terá de se preocupar com os sacos e com o transporte; ajudamos que o faça de forma consciente e responsável.

 

Com estas 12 dicas de sustentabilidade, irá fazer a diferença na sua pegada ecológica, mais do que pode imaginar. E se passar a palavra à família e aos amigos, o efeito multiplica-se, com um maior potencial de travar as consequências catastróficas para o ambiente e para as próximas gerações. O Colombo está ao seu lado para o informar e apoiar na manutenção de comportamentos ambientalmente responsáveis, e na implementação de projetos amigos do planeta. A contribuição de todos é essencial.

 

 

Categorias
Sustentabilidade
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço