Bruce Springsteen: o cantor sexagenário “mais sexy do mundo”

O cantor norte-americano já arrecadou um Óscar, dois Globos de Ouro e diversos outros prémios, assim como o título de “cantor mais sexy do mundo”. Prestes a completar 67 anos, continua no auge do sucesso e a dar o que falar.

Bruce Springsteen nasceu em Freehold, Nova Jérsia, nos Estados Unidos, no dia 23 de setembro de 1949 – o que significa que hoje está de parabéns e completa 67 anos. O cantor, compositor e guitarrista, apelidado de The Boss (“O Chefe”), está em destaque na exposição “Terry O’Neill” – Faces of the Stars, no âmbito do projeto A Arte Chegou ao Colombo.

Com 20 Grammy, um Óscar, dois Globos de Ouro e mais de 120 milhões de álbuns vendidos, o músico já conta com quase meio século de carreira, de um percurso que começou como guitarrista na banda The Castiles e onde continuou como vocalista. No final da década de 1960, fez parte do trio Earth, período em que recebeu o apelido The Boss. Mais tarde, Springsteen tocou com o grupo Steel Mill, e outras diversas bandas como The Bruce Springsteen Band até 1972 – ano que marcou a sua ascensão quando assinou um contrato com a Columbia Records, através de John Hammond.

Em 1973, forma a E Street Band – que dissolveu e voltou a juntar recentemente –, com vários músicos de Nova Jérsia. Mas, o álbum “Born to Run” é que o lançou para o apogeu, em 1975, e lhe permitiu atingir o sucesso comercial. O disco demorou 14 meses a ser gravado, sendo seis deles apenas dedicados ao single que lhe dá o nome.

Continua ainda hoje a fazer sucesso e esgota concertos por todo o mundo. Mais ainda, foi eleito “o cantor mais sexy do mundo”, pelo segundo ano consecutivo (2015 e 2016), pela revista “Glam’Mag”.

Recebeu o Óscar pela banda sonora do filme “Filadélfia” (1993), onde Tom Hanks é protagonista, com o tema “Streets of Philadelphia”, música que escreveu e interpretou e que conta a história de um homem com HIV.

Bruce é também um democrata ativo e a maioria das letras do cantor mostram o seu patriotismo pelos Estados Unidos. Aliás, foi uma das primeiras celebridades apoiar a candidatura de Barack Obama à presidência do país norte-americano. Durante a campanha, apareceu em diferentes comícios e, num deles, tocou pela primeira vez o tema “Working on a Dream”.

O compositor teve ainda participação na música “We Are the World”, que resultou de uma parceria entre 45 cantores e cujo objetivo foi arrecadar fundos para combater a fome em África. A canção foi escrita por Michael Jackson e Lionel Richie.

Springsteen está neste momento a lançar uma biografia, onde relata a sua experiência de vida, desde o seu crescimento em Nova Jérsia, os momentos que marcaram o início da sua carreira até ao culminar. O livro “Born to Run: Autobiografia” sairá no próximo dia 27 de setembro em Portugal, mas já se encontra em pré-venda na Fnac e custa 21,98€.

Publicação
23 de Setembro de 2016
Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço