Já chegámos aos 100 mil!

“O Mundo Fantástico de Paula Rego” recebeu, no seu primeiro mês, 100 mil visitantes. Não perca esta exposição única, na Praça Central do Colombo. Para ver até 27 de setembro.

Os números são impressionantes. 100 mil visitantes num mês. Cerca de três mil por dia. Só na inauguração, quatro mil pessoas não quiseram perder a oportunidade de ver algumas das obras mais emblemáticas da pintora portuguesa radicada em Londres. Uma dessas obras é “A Fada Azul conta um segredo ao Pinóquio”, em exposição em Portugal pela primeira vez desde os anos 1990, e atualmente nas mãos de um colecionador privado. Mas esta mostra vai muito para além de números impressionantes.

 

 

Armando Sena (48 anos) ficou encantado com “O Refeitório”, da série Jane Eyre, pelo realismo com que as figuras são representadas. A sua esposa, Maria de Jesus (45 anos), rendeu-se à coqueluche da exposição, “A Fada Azul conta um segredo ao Pinóquio”, pela precisão do contorno das personagens. O casal, que veio das Caldas da Rainha, desconhecia que muita da inspiração da artista viesse de peças de teatro, romances e até de filmes da Disney, o que se revelou “uma boa surpresa”.

A professora Maria Luísa (60 anos) também elegeu “A Fada Azul conta um segredo ao Pinóquio” e, quase em surdina, partilhou:

Sabe, é um bocado complicado contar um segredo ao Pinóquio porque todos sabemos que ele era um menino mentiroso…

Os anos passados a ensinar (e também a aprender) fizeram-na escolher ainda um segundo quadro: “A Sala de Aula”, também da série Jane Eyre. “Fiquei impressionada com o chicote, com o professor de castigo virado para uma parede – tal como o aluno – e fez-me pensar que esta realidade não está assim tão distante. No meu tempo, quando nos portávamos mal, também ficávamos de castigo assim”. No final, o saldo é positivo: “Aprendi que a Paula Rego tem uma visão muito própria do mundo que a rodeia. Não é qualquer um que consegue transpô-la para o papel”.

Marta (21 anos) também ficou impressionada com a forma como a artista consegue pintar aquilo que está à sua volta, transformando essas realidades em algo muito seu: “Ela inspirou-se em histórias infantis, mas para criar as personagens foi buscar a imagem das netas e a sua própria imagem. Ora isso é muito interessante!”, resume.

Já Manuel Esteves (53 anos) ficou igualmente surpreendido com o que a artista consegue transmitir nos seus quadros. E na altura de escolher o seu preferido, não se limitou a um mas preferiu toda uma série: “O Príncipe Porco que, para mim, fala do relacionamento da mulher e do homem, numa visão diferente, mas que não deixa de ser partilhada por muitas pessoas”, brinca.

Venha até ao Colombo e deixe-se tocar pel’“O Mundo Fantástico de Paula Rego”. Estamos à sua espera!

Tudo o que precisa num único espaço