Madonna around town

E por “town” leia-se “Lisboa”. Sim, a rainha da pop mudou-se para a nossa capital e isso serviu-nos de ponto de partida para criarmos três looks inspirados no seu estilo.
LOOK 2 | "Papa Don’t Preach" (1986)

Principalmente para as mulheres que cresceram em países profundamente machistas, mas também para as mais novas que, apesar das melhorias, se debatem ainda hoje com o papel da mulher na sociedade (e todos os papéis que nos vemos obrigadas a representar para sermos perfeitas enquanto meninas, mulheres, profissionais, esposas, mães, etc.) -, a Madonna foi, e é, uma musa.

Uma mulher que rompeu todos os cânones religiosos e sexuais, que usou a sua arte, o seu estilo e o seu próprio corpo para se expressar em nome das causas em que acredita. Feminista com F grande, saltou do palco para o grande ecrã como atriz e para as passerelles como designer de moda, sempre com a mesma irreverência de quem quer criar arte à sua medida: tão livre e arrojada quanto a sua forma de viver.

Também na moda esteve sempre à frente do seu tempo. Quem não se lembra dos sutiãs pontiagudos, dos corpetes, das luvas brancas braços acima, dos colares e pulseiras de pérolas sobrepostos. Quem não associa a Madonna as saias de tule, as bandanas, as meias de rede, os crucifixos?

Apelidada de “rainha da pop” há já várias décadas, atrevemo-nos a chamar-lhe rainha do estilo. Pelo menos do estilo próprio, livre, sem preconceitos, com o fim de libertar o corpo feminino – ainda que para isso tenha que chocar o mundo.

Em jeito de homenagem, fomos percorrer as lojas do nosso Centro e criámos três looks inspirados na musa que anda agora não só nas bocas do mundo mas nas ruas da nossa Lisboa. Clique na sua imagem favorita e conheça cada uma das peças que a compõem.

 

 

Categorias
Moda
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço