Mais de 65 mil pessoas já viram. Do que é que está à espera?

Desde a inauguração, a 19 de junho, cerca de mil pessoas por dia têm visitado a exposição “Roy Lichtenstein e a Pop Art”, na Praça Central do nosso Centro. Uma oportunidade única para conhecer de perto o trabalho de um dos mais importantes nomes da arte contemporânea.

Nunca antes a sua obra havia sido exposta de forma tão completa, e em nome individual, no nosso país. Só isto já seria razão mais do que suficiente para visitar a mostra “Roy Lichtenstein e a Pop Art”, mas as razões vão muito além desta estreia.

Aquela que é a 8ª edição do projeto A Arte Chegou ao Colombo apresenta 41 das mais emblemáticas do artista norte-americano que é considerado pai da pop art, entre as quais “Crying Girl”, “Whaam!” e “As I Opened Fire”, todas cedidas pelo colecionador privado Joseluis Rupérez, e divididas em quatro secções organizadas cronologicamente – Pop, Paisagens, Homenagens e Cartazes. Desta forma é possível aceder ao que é o percurso completo de Lichtenstein. E se gosta de visitar exposições acompanhado por especialistas, saiba que é possível agendar uma visita guiada, totalmente gratuita.

Além disto, em julho, foi também possível ver o “Top 50 da World Press Cartoon”, uma exposição temporária que apresentou os melhores trabalhos desta edição da WPC onde constou o vencedor do Grand Prix deste ano, o cartoon “Liberdade de Expressão”, da autoria da italiana Marilena Nardi. Ainda no âmbito das exposições paralelas desta edição d’A Arte Chegou ao Colombo, a partir de dia 7 de setembro, será possível conhecer algumas das obras em destaque na mostra Amadora BD.

Razões mais suficientes para nos visitar, ou revisitar. Por isso, já sabe, tem até 23 de setembro para se juntar aos milhares de pessoas que já viram “Roy Lichtenstein e a Pop Art”. Todos os dias, das 10h à meia-noite, na Praça Central do nosso Centro. A entrada é gratuita.

Publicação
05 de Setembro de 2018
Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço