Os mais pequenos vão ser médicos por um dia

O Hospital da Bonecada vai estar no Centro Colombo durante esta semana, entre 30 de maio e 5 de junho, e neste espaço os cirurgiões são as crianças e os brinquedos os pacientes.

Brincar aos médicos e fingir ter conhecimentos capazes de curar uma boneca decapitada ou um carro telecomandado sem pilhas faz parte das memórias de infância de praticamente todos os adultos. E mesmo com toda a tecnologia que há hoje, raras são as crianças que resistem a fazer de Dr.ª Brinquedos com os bonecos lá de casa. Mas esta semana, este faz-de-conta vai mudar-se para o Centro Colombo. Entre 30 de maio e 5 de junho vai estar instalado no Centro o Hospital da Bonecada.

Este verdadeiro hospital de campanha vai estar de serviço aos mais pequenos entre as 9h e as 21h, e as crianças são convidadas a trazer os seus brinquedos preferidos e a acompanhar o percurso dos bonecos desde o diagnóstico até ao tratamento. Neste jogo, as crianças vão assumir o papel de médicos e ajudar os médicos a sério a tratar dos doentes, que são os seus brinquedos.

hosp bonecada3

João Chambino, presidente do Hospital da Bonecada, sublinha que “esta iniciativa é bastante importante para desmistificar os medos do ambiente hospitalar” uma vez que, “para muitas crianças, este é o primeiro contacto com um hospital”.

“esta iniciativa é bastante importante para desmistificar os medos do ambiente hospitalar”

Este estudante do quarto ano de medicina é membro da Associação de Estudantes da NOVA Medical School – Faculdade de Ciências Médicas (AEFCM), responsável pela organização do Hospital da Bonecada e que integra alunos de outras formações como Enfermagem, Ciências Farmacêuticas, Nutrição ou Educação. Este ano, que marca a 15.ª edição desta iniciativa, juntam-se ao núcleo de especialidades a Terapia da fala e a Oftalmologia, que terão salas próprias.

hosp bonecada4

Segundo João Chambino, as expectativas de adesão estão altas: são esperados cerca de três mil participantes, que podem exceder os números alcançados no ano passado (cerca de 2.700 crianças). O presidente do Hospital da Bonecada explica ainda que o momento em que este espaço será montado no Centro Colombo não foi escolhido ao acaso: este ano o Hospital da Bonecada vai coincidir com as celebrações do Dia da Criança no Centro Colombo. Por isso, e ao longo de toda a semana, o Hospital terá pinturas faciais e espetáculos de ilusionismo, teatro, fantoches e a presença do Tinoni – a mascote oficial do Hospital da Bonecada.

Ao longo de toda a semana, o Hospital terá pinturas faciais e espetáculos de ilusionismo, teatro, fantoches e a presença do Tinoni – a mascote oficial do Hospital da Bonecada.

À chegada, os mais novos serão recebidos na Sala de Educação, onde é feita uma pequena explicação de todas as divisões que constituem o Hospital da Bonecada. Depois poderão passar pelas salas de Farmácia, de Tratamentos, de Radiologia, Consultórios Médicos, de Medicina Dentária e ainda pelo Bloco Operatório. Os estudantes das várias faculdades, responsáveis pelo acompanhamento dos participantes, assumem o papel de profissionais de saúde que explicam os vários procedimentos, de forma simples, aos mais novos.

hosp bonecada2

João Chambino, que já participou na organização de outras edições, conta que a reação das crianças muda conforme a idade: “as crianças de 4/5 anos dão-se mais ao projecto, ficam logo muito entusiasmadas e querem andar a pular e a brincar”. Por outro lado, as crianças com idades entre os 8 e 10 anos são mais “desconfiadas e cépticas, fazem muitas perguntas e querem explicações sem termos abonecados”. Os grupos, em âmbito escolar ou não, são um público sempre muito receptivo e fácil de integrar na dinâmica do Hospital da Bonecada.

Outra novidade deste ano é a venda de merchandising do Hospital da Bonecada, cujos lucros vão reverter para o Hospital D. Estefânia, em Lisboa.

Categorias
Família
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço