Roy Lichtenstein em exposição inédita em Portugal

A Arte Chegou ao Colombo está de regresso ao nosso Centro e este ano traz consigo um dos nomes maiores da pop art, numa celebração da cor e da ousadia. Contamos consigo a partir de 19 de junho.

É considerado um dos pais da pop art e um dos mais relevantes artistas do século XX, mas nunca antes teve uma exposição individual em Portugal. Até agora. Depois de nomes como Paula Rego, Andy Warhol e Salvador Dali, Roy Lichtenstein é o protagonista da 8ª edição d’A Arte Chegou ao Colombo.

O artista ao qual se atribui a paternidade no pixel na arte já teve obras suas em mostras coletivas no nosso país e integra o acervo da Coleção Berardo, mas nunca tinha tido uma exposição completamente dedicada ao seu trabalho, como é agora esta “Roy Lichtenstein e a Pop Art”, que traz à Praça Central do Centro Colombo um total de 41 obras de diferentes épocas da sua carreira.

Provenientes da coleção privada do espanhol JoseLuis Rupérez, estas obras têm sido expostas em locais como a Tate Gallery de Londres, o Whitney Museum de Nova Iorque e, também desta cidade, da Leo Castelli Gallery – considerada uma das mais importantes galerias de arte do mundo. Nesta exposição será possível admirar de perto obras de diferentes épocas da carreira do artista, entre as quais se destacam os emblemáticos “Crying Girl” (1963), “Hopeless” (1969) e “Whaam!!” (1967).

Com a artista portuguesa Rueffa como embaixadora, esta exposição será seguramente um marco na história d’A Arte Chegou ao Colombo e uma oportunidade única para todos os amantes de arte – e fique atento porque em breve teremos muitas mais novidades. De 19 de junho a 23 de setembro, todos os dias das 10h à meia-noite, com acesso gratuito, A Arte Chegou ao Colombo está à sua espera!

Publicação
21 de Junho de 2018
Categorias
Cultura
Partilhar