Vai comprar um blazer? Siga estas regras

Se quer que esta peça lhe assente na perfeição, há aspetos que deve ter em conta.

Não basta escolher a cor e procurar a etiqueta que corresponde ao seu tamanho. Para comprar um blazer deve ter em atenção pequenos aspetos, isto se quer garantir a escolha mais acertada ao seu corpo, para que esta peça o faça mais elegante.

Para ajudar todos os homens que não sabem por onde começar quando vão às compras, pedimos ao João Ferreira, autor do Gentlemen’s Journal que nos explicasse o que importa ter em conta na hora de comprar um blazer. Ao todo são seis regras, bastante simples e direcionadas a todos os homens. Como refere João Ferreira, é um pequeno esforço “que é recompensado por uma peça feita à medida”.

1. Tenha consciência do seu tamanho

“Nem para mais, nem para menos”. O autor de Gentleman’s Journal refere que importa sermos realistas e aceitar o nosso tamanho. Meça os ombros, peito, torso, cintura e braços. Ao saber estas medidas, vai evitar escolher um casaco largo com os ombros a descair ou com mangas curtas. João Ferreira aconselha a que leve as suas medidas e as apresente na loja, já que “geralmente lá têm as correspondências entre centímetros e o tamanho”.

2. Meça as várias partes do casaco

“Para que as mangas do casaco assentem bem, devem terminar um pouco abaixo do pulso”, explica. Relativamente ao comprimento do casaco, para João Ferreira “deve ser o suficiente, desde que acompanhe a base do polegar”.

Para medir o comprimento, basta que estique o braço encostado à cintura ao longo do corpo. Já o colarinho, assim como as mangas da camisa, devem estar pelo menos 1 cm fora do casaco.

3. Escolha o formato do casaco com base no seu corpo

Como explica João Ferreira, existem três tipos de blazers, relativamente à abertura atrás: sem abertura, com abertura ou com duas aberturas. No primeiro caso, sem qualquer abertura, os casacos marcam muito a forma do corpo, sendo um modelo mais indicado para homens esguios ou magros. Já as outras duas opções, como permitem mais mobilidade, têm a vantagem de tornar o homem mais elegante.

4. Atenção aos pormenores

“Os casacos devem ter um ou dois botões à frente”, refere João, que explica que “proporcionam uma silhueta mais elegante até para quem possa ter peso a mais”.

5. Escolha o tecido conforme a estação

Os tecidos podem mudar conforme a estação: lã ou cachemira são boas opções para o inverno pois aquecem o suficiente, sem que tenha de usar várias camadas de roupa por debaixo do blazer. Se procura uma opção mais económica, “existem vários materiais com mistura, mais acessíveis e bons do mesmo modo”, garante João.

Para o verão, os tecidos mais habituais são algodão ou linho: “são materiais mais frescos e que ajudam na questão da sudação”, garante.

6. Aposte nas cores

Preto, cinza-escuro, azul-escuro ou mesmo castanho são as opções mais comuns nas estações mais frias. “Se não tiver medo de ser olhado de lado, pode usar cores mais sugestivas ou padrões únicos”, aponta João Ferreira. Contudo, caso não tenha muitos blazers, o melhor será apostar em cores neutras e conjugar o blazer com acessórios ou camisas de cores mais fortes. Já no verão as cores e padrões são mais frequentes: para os menos aventureiros, bege é uma opção, embora “nas estações mais quentes tudo convide à cor. Pode ser que o homem português se deixe contagiar por uma paleta mais variada”.

Conhecidas as dicas, resta-lhe escolher o seu blazer. Carregue na imagem para ver algumas das nossas sugestões.

Categorias
Moda
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço